Bordar e tricotar pela sua saúde!


Reduzir dor, aumentar autoestima e até emagrecer! Bordar e tricotar são os novos remédios contra o stress! Quem afirma isso é  o cardiologista americano Herbert Benson, professor de medicina integrativa de Harvard, afirma que estas atividades induzem a um estado de relaxamento muito semelhante ao da meditação e da ioga. Segundo ele, depois do período de aprendizagem, o tricot, o bordado e outras atividades manuais podem diminuir a frequência cardíaca e pressão arterial, além de reduzir os níveis do cortisol, a hormona do estresse.

Mas que já trabalha ou faz apenas por hobby já sabe o prazer que linhas e agulhas nos trazem! Existem várias outras pesquisam que nos mostram todas as vantagens destas atividades:

Alívio da ansiedade

Uma pesquisa da Universidade da Columbia Britânica, no Canadá, com cerca de 38 mulheres que sofriam com a anorexia, apontou que tricotar trouxe mudanças significativas. Mais de 70% delas afirmaram que a atividade reduziu a intensidade de seus medos e pensamentos sobre o distúrbio alimentar.

Melhoram a Cognição

Outro estudo, publicado no “Journal of Neuropsychiatry & Clinical Neurosciences”, apontou que praticar atividades manuais como crochet e tricot reduz as chances de transtornos cognitivos leves e perda de memória. O estudo foi feito com 1.321 pessoas entre 70 e 89 anos.

Reduzem a dor

As atividades manuais também podem ajudar a reduzir a dor, segundo uma pesquisa feita com pacientes com dores crônicas do sistema público de saúde inglês.  Os médicos acompanharam 60 pacientes com dores crônicas que integravam um grupo de bordado e também tricotavam individualmente. Resultado: eles reportaram que não sentiam dor enquanto tricotavam. O resultado positivo se deve ao fato de que a atividade gera liberação de seretonina. Outros benefícios foram apontados nesta pesquisa: A estimulação das funções cognitivas, a interação social no caso dos grupos, e o mapeamento do cérebro ativado pela movimentação simultânea dos dois braços.

Perda de gordura: relação a longo prazo

Regular a presença do cortisol (a hormona do stress) no organismo só tem efeitos positivos para seu corpo. Entre eles, reduzir o acúmulo de gorduras no abdômen! Tudo porque o excesso de cortisol mobiliza o glicogênio, tipo de açúcar armazenado no fígado que vira açúcar na circulação sanguínea. Como ele não é utilizado, se deposita no abdômen e gera gordura localizada.

É por isso que qualquer atividade relaxante, que diminua níveis de ansiedade, nervosismo e desequilíbrio emocional, é uma aliada da manutenção do peso e saúde adequados.

Linhas e agulhas na mão?! Vamos bordar e tricotar pela nossa saúde!

Fonte: N.Y Times.